Pimenta Rosa

prosa

Viagem em Família

Olá!

Resolvi fazer minha estreia neste canal com uma experiência pessoal.

No final de 2012, Eu e Daniel, meu marido, planejamos uma viagem de quase 30 dias por algumas cidades dos EUA, para as férias de 2013. A intenção dessa viagem era renovar todos os nossos equipamentos de fotografia e os guarda-roupas (é claro), comprar acessórios para nossas sessões e, principalmente, curtir nossas tão esperadas e desejadas férias! O detalhe é que as férias de 2013 seriam ainda mais especiais do que são normalmente e, digamos assim, um pouco desafiadoras – nós levaríamos conosco nossa filha, Clara, antes mesmo de ela completar 2 anos, em Maio deste ano (2013).

Quando contamos da viagem algumas pessoas perguntavam com quem deixaríamos nossa filha no Brasil, mas essa hipótese nunca passou pela nossa cabeça – jamais deixaríamos nossa pequena; as férias sem ela não teriam sentido! A ideia era nos divertir juntos e aproveitar a oportunidade de ficarmos os 3 colados, 24 horas por dia!

No papel e no romantismo da ideia, tudo é lindo, mas aí, surgem os questionamentos…

Como será a viagem de avião? E a alimentação durante a viagem? Como será para ela dormir fora do seu berço? Será que é muito cansativo pra ela? E para nós? Muitas respostas vieram com surpresas na hora, outras já podiam ser imaginadas pelo que conhecíamos do comportamento da nossa filha, outras ficaram sem respostas pois percebemos que, as vezes, o nosso cuidado é tão exagerado que aquela pergunta sequer existe.

Enfim, passamos por 11 cidades, pegamos 5 voos, dirigimos muitas horas, dormimos em 7 hotéis e na casa de uma grande amiga e nos divertimos muito juntos! Eu poderia ficar aqui contando detalhes de como foi nossa rotina neste quase 30 dias de trip, mas a intenção não é essa. Mesmo por que existem diversas matérias sobre o assunto e até livros!

A minha ideia com este texto é, resumidamente, dizer que você pode e deve fazer qualquer viagem com o seu filho, mas antes, deve ter em mente alguns pontos: Planejamento é tudo!

Quanto antes você fizer as reservas de passagens, hospedagens, passeios, carros e tudo o mais, melhor!

Os hotéis têm que ser escolhidos antecipadamente e, para seus filhos e para a sua comodidade – tem frigobar no quarto?, microondas?, vocês estarão de carro ou precisam estar perto de metrô ou parada de ônibus?, o quarto é grande o suficiente?, o hotel oferece berço? e refeições? Pense em tudo! Consultar o seu pediatra e até levar receitas e remédios básicos é muito válido. E jamais se esqueça de pensar no clima que estará no lugar que você vai; levar as roupas certas é tão importante quanto levar os documentos de todo mundo.

Programe sua viagem e seu roteiro e saiba: o que você e seu marido fariam em 1 dia terá que ser feito em 2 ou até 3 dias com um pequeno! As crianças têm outro ritmo, precisam parar diversas vezes ao dia para se alimentar com calma ou para descansar; você também tem que reservar alguns momentos do dia para a diversão deles, como parar em um playground gostoso ou simplesmente ficar subindo 28 vezes a mesma escada cantando a música preferida dele! Não é justo impormos apenas o nosso ritmo a eles.

É fundamental saber que, mesmo com esta programação “estendida”, as vezes o roteiro traçado não será 100% concluído, portanto não se frustre. Lembre-se que você está em férias com sua família e férias são para relaxar e não para se estressar!

Seja qual for o momento de dificuldade, mantenha sempre o bom humor.

Planeje, também, como será a alimentação do seu filho, pois você é TOTALMENTE responsável pelo seu bem estar e ele não pode sofrer grandes alterações em sua rotina alimentar. Você sempre encontrará formas saudáveis de fazer um bom lanchinho e se em alguma refeição você estiver em algum apuro com relação a falta de opções de cardápios, pense nas frutas, nos legumes ou nas sopas. No nosso caso, nos Estados Unidos, sempre havia um Starbucks, um licquor ou mesmo uma farmácia (que vende bananas, por exemplo) para nos salvar.

Acho legal dividir o quão importante é passar este tempo junto com nossa família e que filhos não são impedimento para nada! Só temos que deixar o egoísmo de lado, nos adaptar a esta nova etapa e encontrar novas maneiras de diversão.

Estar com nossos filhos é simplesmente maravilhoso! Eles nos ensinam todos os dias a nos enxergarmos de formas diferentes. Levá-los a uma viagem é compartilhar descobertas e alegrias, é crescer juntos culturalmente, é buscar união e cumplicidade ainda maiores!

Para nós a viagem foi perfeita e ainda vivemos os reflexos muito positivos de tudo o que realizamos por lá! Tomara que a próxima venha logo e já com o novo bebê no colo! Espero que gostem deste meu primeiro post!

Renata Oliveira é Fotógrafa e Mãe da Clara e do ou da…

Share Button

Colunista1


novidades em PRosa

quem gosta da gente

Prosas